Casa Nina forma jovens para o mercado de trabalho

Responsabilidade



Tudo começou em 2007, quando a Macom Instrumental Cirúrgico mudou-se para sua nova sede, no Parque Industrial Ferreira Fernandes, em Guarulhos. O sonho era dividir com a comunidade onde está instalada a antiga fábrica da Macom todo o sucesso alcançado pela empresa. Após alguns estudos sobre a destinação do espaço, a Macom chegou até a ESPRO – Associação Social de Ensino Profissionalizante, por intermédio do Centro Social Paróquia Santo Alberto Magno, entidade que também realiza um bonito trabalho filantrópico no bairro Cidade Seródio, em Guarulhos.

Ao tomar conhecimento do comprometimento, da estrutura, da organização, do potencial e, principalmente, da integridade da Espro, a Macom decidiu firmar uma parceria com a entidade para a realização de uma escola profissionalizante destinada a jovens entre 14 e 21 anos, moradores de Guarulhos e região. Em 4 de abril de 2009 foi inaugurada a Casa Nina, com atendimento inicial a 140 jovens para o curso de Técnicas Administrativas. Hoje, a escola forma cerca de 280 alunos a cada quatro meses. Com professores capacitados e total infraestrutura para o aprendizado de alto nível, como computadores conectados à internet e TVs, a Casa Nina tem como missão preparar meninos e meninas para atuar no competitivo mercado de trabalho.

Às histórias de sucesso da Macom e Espro, foi somada mais uma, a de Gilvanete Andrade de Paula, ou simplesmente Nina. Para aqueles que, há cerca de 20 anos, viveram a infância e a adolescência na comunidade de Cidade Seródio, sabem o que Dona Nina representou em suas vidas. Pessoa extraordinária e de grande espírito solidário, Dona Nina sempre pensou no próximo. Foi assim que, além de seus seis filhos, ajudou na formação de outros tantos filhos. Por meio de apresentações teatrais, concurso de rainha, dublagens entre outras atividades, Dona Nina ajudou a manter aqueles jovens longe da marginalidade. Hoje, muitos deles são unânimes em reconhecer a importância da iniciativa de uma mulher de nome meigo, mas de uma força e de um valor incomparáveis. Por isso, a unidade de ensino profissionalizante da Macom e Espro recebeu, como forma de agradecimento e de exemplo de solidariedade, o nome de CASA NINA.

Fabricar instrumentais e equipamentos cirúrgicos de alta precisão que ofereçam ao cirurgião segurança e qualidade nos procedimentos. Missão, Macom